GraPE 2015

4º Fórum Anual de Graduados Portugueses no Estrangeiro
"RE:Inventar Portugal".

DATA LOCAL HORÁRIO
28 de Dezembro 2015
(inscrições extendidas até:
26 Dez. 14h00!)
Centro Cultural Vila Flor
Guimarães
(mapa)
Das 09h20 às 18h00

Programa

09h20 Registo com café & Networking
10h00 Sessão de Abertura
Mensagem de Boas Vindas do Presidente da CMG, Domingos Bragança
Breve apresentação das Associações AGRAFr, ASPPA, PAPS e PARSUK
10h45 1ª sessão – Economia, Gestão e Empreendedorismo: Tempo de apertar o cinto ou arregaçar as mangas?
João Claro – Diretor Nacional do Programa Carnegie Mellon Portugal
João Batalha – Co-fundador e CEO, Orankl
Clara Gonçalves – Diretora Executiva do UPTEC
(moderação Ricardo Alexandre, RTP)
11h45 Pausa com café & networking
12h15 2ª sessão – Artes e Cultura: Como esculpir um futuro mais colorido?
Manuela Pimentel – Artista Plástica
Joana Ricou – Artista e consultora criativa em educação
Gonçalo Cadilhe – Escritor viajante
(moderação Ricardo Alexandre, RTP)
13h15 Almoço & Networking
14h45 3ª sessão – Ciência e Tecnologia: E contudo move-se!
Jorge Correia Pinto – Investigador e Professor Catedrático, Univ. do Minho
Nuno Sousa – Diretor do Centro Clínico Académico, Univ. do Minho
Luís Ferreira – Fundador da NZYtech; Vice-Reitor Univ. de Lisboa
(moderação Ricardo Alexandre, RTP)
15h45 Pausa para café & Networking
16h15 Debate – RE:Inventar Portugal – Um por todos e todos por um
Manuel V. Heitor – Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior
Rui Paiva – Presidente Executivo da WeDo Technologies
Elvira Fortunato – Directora do CENIMAT – Centre for Materials Research
(moderação Ricardo Alexandre, RTP)
17h45 Encerramento pela Comissão Organizadora do GraPE
Mensagem do Reitor da Univ. do Minho – António Cunha
18h00 Prova de vinhos

Oradores

Estamos a atualizar frequentemente a lista de oradores confirmados, volte em breve para ver os novos oradores!

Ricardo Alexandre – Moderador Convidado

Ricardo Alexandre, Jornalista e Editor de Política Internacional da Rádio e Televisão de Portugal (RTP). É actualmente vice-presidente do Conselho Deontológico do Sindicato dos Jornalistas e vogal da administração do Cenjor – Centro Protocolar de Formação Profissional de Jornalistas.
Na rádio pública, Antena1, coordena e apresenta o programa de assuntos internacionais Visão Global. Fundou e apresentou durante dois anos o programa Portugueses no Mundo, enquanto co-apresentador do Programa da Manhã. Foi diretor adjunto de informação entre 2005 e 2012.
Fez reportagem em zonas de conflito como os Balcãs (onde cobriu no ano passado a crise dos refugiados), Ucrânia, Afeganistão, Paquistão, Palestina, Timor Leste. Recebeu dois prêmios nacionais de reportagem (Clube Português de Imprensa e Casa da Imprensa) e foi enviado especial, nos últimos vinte e cinco anos, também a países como EUA, Cuba, Irão, Líbia, Chipre, Turquia, Irlanda, Grécia, Bélgica, Brasil, El Salvador, Australia, Indonésia.
Ricardo Alexandre e’ Doutorando em Ciência Política, vertente Relações Internacionais pelo ISCTE/IUL , “Visiting Researcher” no Centro de Estudos Internacionais (CEI) e foi recentemente “Visiting Scholar” na Universidade de Columbia, em Nova Iorque. Ricardo Alexandre tem o Mestrado em Sociedades e Políticas Europeia (pelo ISCTE) e a Licenciatura em Sociologia (Faculdade de Letras da Universidade do Porto). RicardoAlexandre foi também MMF Fellow do German Marshall Fund of United States e membro do programa europeu Mediane, de promoção da diversidade nos media.
Ricardo publicou vários livros e vários artigos em jornais nacionais e internacionais. É também professor da jornalismo na Universidade Lusofona, depois da Universidade de Coimbra. Deu formação profissional na RTP e também a jornalistas em vários continentes, de Timor a Macau, passando por Cabo Verde e Moçambique.

 

— 1ª sessão: Economia, Gestão e Empreendedorismo —

João Claro – Diretor Nacional do Programa Carnegie Mellon Portugal

João Claro é o Diretor Nacional do Programa Carnegie Mellon Portugal, uma parceria internacional em Tecnologias de Informação e Comunicação (ICT) entre universidades, empresas e laboratórios de investigação portugueses, e a Carnegie Mellon University, financiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).
João Claro é professor no Departamento de Engenharia e Gestão Industrial da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). É administrador do INESC TEC, onde coordena ainda o Centro para a Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo. Integra o Conselho Académico da Porto Business School (PBS), e coordena a sua área de Inovação e Empreendedorismo. João Claro foi também professor convidado na Divisão de Sistemas de Engenharia do MIT.
Na última década, ensinou e aconselhou cerca de 100 equipas de comercialização de tecnologia de universidades, laboratórios de investigação e empresas em Portugal, em múltiplas iniciativas desenvolvidas com a COTEC Portugal, a FEUP, o INESC TEC, e a PBS.
João Claro é doutorado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores pela FEUP (2008), mestre em Métodos Quantitativos em Gestão pela PBS (2002), e licenciado em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores pela FEUP (1993). Antes de regressar à universidade, foi engenheiro de software e gestor de projetos na Edinfor (1994-1998).

João Batalha – Co-fundador e CEO, Orankl

João Batalha é co-fundador e CEO da Orankl, uma startup portuguesa sediada em Silicon Valley que desenvolve software para lojas online. A Orankl foi a primeira startup portuguesa (em conjunto com a Unbabel) a entrar no Y Combinator, o famoso acelerador de startups de onde surgiram empresas como a Dropbox, Airbnb e Reddit. É licenciado em Ciências da Computação e Engenharia pelo Massachusetts Institute of Technology (MIT). Enquanto no MIT fez investigação na area de Machine Learning e Engenharia de Sistemas e Redes.

 

Clara Gonçalves – Diretora Executiva do UPTEC

Clara Gonçalves (licenciada em Engenharia Agrónoma pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto) é directora executiva do UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto. Ao longo dos últimos 6 anos implementou um modelo efectivo de transferência de tecnologia e conhecimento entre academia e indústria, tendo apoiado mais de 100 start-ups e spin-offs e tendo atraído Centros de Inovação de empresas nacionais e internacionais para trabalhar com a Universidade do Porto. É também membro externo do Conselho Científico da Faculdade de Belas-Artes da Universidade do Porto (FBAUP) e gestora de projecto no Laboratório de Gestão de Projectos do curso de Engenharia de Software na Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Clara Gonçalves assumiu o papel de coordenação de projectos R&D para o Ministério da Agricultura, Desenvolvimento Rural e Pescas e foi Gestora de Marketing na Câmara de Agricultura da Região Norte.Obteve um mestrado em Inovação, Conhecimento e Tecnologia na Universidade de Aveiro, com especialização em Gestão de Redes de Conhecimento. Desempenhou ainda, durante 4 anos, o papel de conselheira em Gestão de Qualidade para a Indústria em Portugal, África e América Latina.

 

— 2ª sessão: Artes e Cultura: Como esculpir um futuro mais colorido? —

Manuela Pimentel – Artista plástica

Manuela Pimentel nasceu no Porto em 1979 e actualmente vive e trabalha na Leça da Palmeira onde tem o seu atelier. Como Artista Plástica, ela tem vindo a desenvolver o seu trabalho em diferentes áreas e práticas artísticas como a pintura, desenho, cenografia e video. Desde 2001 as sua obras têm sido exibidas em várias exposições colectivas e individuais em Portugal.
Em 2003 terminou a sua Licenciatura em Artes Plásticas com Bacharel em Desenho e especialização em Litografia e Arte Multimédia na Escola Superior Artística do Porto (ESAP). Nesse mesmo ano também fez uma formação em Xilogravura Tradicional Japonesa orientada pelo Professor Hiroshi Maruyama (Tokyo).
Em 2004 foi distinguida com o prémio ESAP do Curso Superior de Artes Plásticas.
Em 2006 fez um curso de Gravura leccionado pelo Professor Dacos (Bélgica).
Em 2007 foi distinguida com o 1º prémio de Pintura Servartes – Corpo em expressão.
Colaboradora e membro do Grupo Afrontamentos desde 2008.
Tem desenvolvido diversos projectos em parceria com outros artistas, destacando as suas ultimas intervenções em Cenografia para Teatro e Cinema:
• “Cyrano de Bergerac” no Teatro de Ponte de Lima, 2011;
• “O Fraseador” no Teatro de Campo Alegre, 2012;
• “Check Point Sunset” uma curta-metragem de Pedro Ludgero, 2012;
• “KINO” de Natalia Warth, filmado em Roma, 2012.
É regularmente a artista convidada para a construção da imagem do espectáculo de Poesia, inserido no projecto Quintas de Leitura no Teatro Campo Alegre, no Porto.

Joana Ricou – Artista

Joana Ricou trabalha na interseção de arte e ciência como artista e como consultadora criativa em educação. Já colaborou ou exibiu em galerias, museus e universidades como o Andy Warhol Museum, Carnegie Science Center, New York Hall of Science, Harvard University e Children’s Museum of Pittsburgh, entre outros. Tem um Bachelor of Sciences and Arts de Carnegie Mellon University (2004) e um MS em Multimedia Arts de Duquesne University (2009).

Gonçalo Cadilhe – Escritor viajante

Gonçalo Cadilhe é o autor desta nota biográfica. Sou eu, portanto.
Viajar pelo mundo e escrever sobre ele é a minha profissão. Sou um trabalhador dedicado e assíduo e em vinte anos nunca faltei um dia ao emprego. Tenho mais de 40 anos e poucas certezas na vida — como tal, gosto de questionar tudo o que me parece seguro e adquirido. Também por isso viajo: dá-me distância e perspectiva para relativizar todas essas coisas que se dizem, do género, «Portugal é muito bonito» ou «a comida portuguesa é a melhor do mundo». Tantos quilómetros e tantas pessoas depois, percebi que é um erro de má-fé mitificar o glamour da viagem e a ideia romântica do ser viajante. Mesmo assim, quando me perguntam qual a minha viagem preferida, continuo a responder: “a próxima”.

 

— 3ª sessão: Ciência e Tecnologia —

Jorge Correia Pinto – Investigador e Professor Catedrático na Univ. do Minho

Jorge Correia-Pinto (46 anos) é licenciado (FMUP), doutorado (FMUP) e agregado (ECS-UM) em Medicina. Professor Catedrático na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho onde leciona cirurgia pediátrica e fisiologia médica. Especialista com grau de consultor em cirurgia pediátrica tendo feito toda a sua formação médico-cirúrgica no Hospital de São João, é atualmente o diretor do serviço de cirurgia pediátrica no Hospital de Braga. Enquanto cirurgião pediátrico diferenciou-se com particular afinco nas áreas da cirurgia neonatal, digestiva e pulmonar. Realizou em Pediatria mais de 7 000 intervenções, 600 da quais no período neonatal. Em Portugal, foi pioneiro ao por em prática o procedimento de Ex Utero Intra-Partum Treatment, e um programa de cirurgia minimamente invasivo para o tratamento de malformações congénitas no recém-nascido (pe. atresia do esófago com fístula traqueo-esofágica distal, hérnia diafragmática congénita, estenose hipertrófica do piloro, atresia duodenal, lobectomia pulmonar e hérnia inguinal). Promoveu, desenvolveu e patenteou sistemas personalizados para correção de pectus excavatum e carinatum, investigação que suportou a criação da Spin-Off iSurgical3D. É investigador do laboratório associado ICVS/3B’s da UM, com funções de coordenador do domínio de investigação em ciências cirúrgicas do ICVS. Foi orientador e/ou orienta um total de 20 estudantes de doutoramento (15 dos quais já terminaram o seu doutoramento). Publicou mais de 140 artigos científicos em revistas internacionais indexadas na Pubmed (IF médio de 4,5; nº de citações > 1750; fator h-21). Faculty member do prestigiado centro de formação cirúrgica IRCAD-Strasbourg em cursos de formação avançada em Cirurgia Pediátrica. É o coordenador global do programa internacional ‘Hands-on courses in minimally invasive surgery’ da Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho e Hospital de Braga, que promove o treino e formação em cirurgia minimamente invasiva a mais de 500 cirurgiões/ano de várias especialidades.

Nuno Sousa – Diretor do Centro Clínico Académico, Univ. do Minho

Nuno Sousa (45 anos) é Médico e Professor Catedrático na Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho. É Diretor do Curso de Medicina e Vice-presidente Escola de Ciências da Saúde da Universidade do Minho. É Diretor do Centro Clínico Académico em Braga.
É Coordenador do Domínio de Investigação em Neurociências no Instituto de Ciências da Vida e da Saúde (ICVS) da Universidade do Minho. Publicou mais de uma centena de artigos em revistas internacionais, entre as quais na revista Science. Supervisionou dezenas de alunos de Doutoramento e Mestrado. Recebeu 6 prémios pela suas actividades de investigação, incluíndo o Prémio Janssen Neurociências e a Medalha de Ouro do Ministério da Saúde em 2011. É membro de várias comissões de saúde e de investigação nacionais e internacionais. É Presidente da Sociedade Portuguesa de Neurociências.

Luís Ferreira – Fundador, NZYtech; Vice-Reitor Univ. de Lisboa

Luís Ferreira, 56 anos, é licenciado em medicina veterinária pela Universidade Técnica de Lisboa e doutorado em Nutrição pela University of Newcastle.
O nosso convidado tem uma vasta carreira académica sendo autor /co-autor de mais de 80 artigos ou capítulos de livros, principalmente nas áreas de nutrição, alimentação animal e biotecnologia.
Luís Ferreira é desde Janeiro de 2015 vice-reitor da Universidade de Lisboa tendo anteriormente exercido a mesma função na Universidade Técnica de Lisboa.
Do ponto de vista empresarial, o nosso convidado co-fundou a empresa de biotecnologia NZYtech em 2008. A NZYtech é uma empresa de biotecnologia que investiga, desenvolve e fabrica produtos nas áreas de Biologia Molecular & Diagnostico, enzimas & proteínas e kits enzimáticos. Luís Ferreira faz também parte do conselho cientifico e tecnológico da Sociedade Tagus Parque.

 

— Debate —

Manuel V. Heitor – Ministro da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior

Manuel Heitor é Professor Catedrático no Instituto Superior Técnico, Lisboa, aonde dirige o “Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Politicas de Desenvolvimento, IN+” e coordena os Programas de doutoramento do IST em “Engenharia e Políticas Públicas” e em “Engenharia de Concepção e Sistemas Avançados de Manufactura”. Foi Secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, no Governo de Portugal, entre Março de 2005 e Junho de 2011. Durante o ano lectivo 2011/12 foi Professor Visitante na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos da América.
Manuel Heitor é doutorado pelo Imperial College de Londres, na área de Engenharia Mecânica (Combustão Experimental), 1985, tendo feito um pós-doutoramento na Universidade da Califórnia em San Diego, 1986. Prosseguiu posteriormente uma carreira académica no Instituto Superior Técnico em Lisboa, aonde começou por desenvolver a sua atividade de investigação na área de Mecânica de Fluidos e Combustão Experimental.
Manuel Heitor desempenhou as funções de Presidente-Adjunto do Instituto Superior Técnico entre 1993 e 1998, tendo-se dedicado desde o início dos anos 90 ao estudo de políticas de ciência, tecnologia e inovação, incluindo políticas e gestão do ensino superior. Fundou em 1998 o “Centro de Estudos em Inovação, Tecnologia e Politicas de Desenvolvimento, IN+”, do IST, o qual foi nomeado em 2005 como um dos “Top 50 global centres of research on Management of Technology”, pela International Association for the Management of Technology, IAMOT.
Manuel Heitor é Research Fellow da Universidade do Texas em Austin, no Instituto IC2, Innovation, Creativity and Capital. Lançou e coordenou a série de Conferências internacionais sobre Technology Policy and Innovation e é co-editor da série de livros sobre Science and Technology Policy, editada pela Purdue University Press. Foi co-fundador em 2002 da rede internacional “Globelics – the global network for the economics of learning, innovation, and competence building systems”.
Em 2003 coordenou uma exposição sobre a história da engenharia em Portugal no século XX, a qual foi galardoada com o Dibner Award de 2004 (a melhor exposição a nível mundial pela Society for the History of Technology, SHOT). Manuel Heitor recebeu em 2004 o “Excellence in Research Award on Technology Innovation Management” pela IAMOT. É membro do Conselho Científico do “International Risk Governance Council”, IRGC, desde a sua criação em 2004. É membro da Academia de Engenharia e membro estrangeiro da Academia Real de Engenharia de Espanha e da Academia das Ciências da Sérvia.
Enquanto Secretário de Estado do Governo de Portugal, Manuel Heitor envolveu-se ativamente no aumento do financiamento público e privado para atividades de ciência e tecnologia e na reforma e modernização do ensino superior. Foi particularmente instrumental no desenho e implementação de consórcios internacionais em investigação e formação avançada entre universidades portuguesas e norte americanas, envolvendo redes temáticas de ciência e tecnologia, relações empresa-universidade e atividades de comercialização de tecnologia de âmbito internacional.
Recentemente, tem estado activamente envolvido na promoção da rede europeia “step4EU, science, technology, education and policy for Europe”, assim como no estabelecimento do “Observatório Internacional de Políticas Globais para a Exploração do Atlântico, OIPG”.

Rui Paiva – Presidente Executivo da “WeDo Technologies”

Rui Paiva é o Presidente Executivo da WeDo Technologies e COO da SSI – Software and Technology. É membro da Comissão Executiva da BizDirect, Saphety, SSI Sonae Serviços Partilhados e, mais recentemente, da empresa S21Sec, com sede em Espanha.
Previamente a ter fundado a WeDo Technologies, em 2001, Rui Paiva desempenhou as funções de Director de Sistemas de Informação e Adjunto da Comissão Executiva da Optimus Comunicações. Antes, Rui Paiva foi Director de Departamento de Consultoria da HP Portugal, tendo passado anteriormente pela Telecel/Vodafone como Responsável pelo Departamento de Infra-estruturas, Operações e Help Desk.
Rui Paiva iniciou a sua carreira profissional na Portugal Telecom, como Especialista em Telecomunicações e Informática. É licenciado em Matemática Aplicada e pós-graduado em Administração e Gestão pela Universidade Nova de Lisboa.

Elvira Fortunato – Directora, CENIMAT – Centre for Materials Research

Elvira Fortunato, Professora Catedrática na Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, é investigadora especialista em engenharia de materiais. É também diretora do Instituto de Nanoestruturas, Nanomodelação e Nanofabricação (I3N) e do Centro de Investigação de Materiais (Cenimat).
A sua equipa de investigação Cenimat foi pioneira na produção de transístores com uma camada de papel que são tão competitivos como os melhores transístores de filme fino baseados em óxidos semicondutores, área de investigação de ponta em que o Cenimat detém patentes internacionais.
Em 2008 foi galardoada pelo European Research Council, que lhe atribuiu o 1.º Prémio na área da engenharia pelo projeto “Invisible” e viu o seu nome incluído no `Top 5` mundial dos investigadores em eletrónica transparente.
Em 2010 foi distinguida pelo Presidente da República com o grau de Grande Oficial da Ordem do Infante D. Henrique.
Entre 2012 e 2015 fez parte do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia e foi membro do conselho consultivo da DG CONNECT (2014-2015).
Publicou mais de 500 artigos durante os ultimos 10 anos e recebeu mais de 19 prémios e distincoes internacionais.
Integra, desde Novembro de 2015, o Grupo de Conselheiros de Alto Nível para o Mecanismo de Consulta e Assessoria Científica da Comissao Europeia.

Alojamento / Jantar

Jantar no dia anterior ao Grape 2015 (Domingo, dia 27, 20h00)

Menu de degustação no restaurante “Sala141″ – 20€ incluindo sobremesa, café e bebidas à discrição (pagamento no local).

Website: https://www.facebook.com/sala141/

Reserve o seu lugar enviando email para forum.grape@gmail.com com o título “Jantar GraPE15″ até ao dia 23 de Dezembro.

Alojamento

O GraPE 2015 tem parceiras com 4 Hotéis em Guimarães, bem como com a Pousada da Juventude para uma estadia mais económica durante o Fórum.

Para tal deve contactar cada Hotel (tal como especificado em baixo) com o código Promocional: “Grape2015″.

Pousada de Juventude de Guimarães

Os participantes no GraPE 2015 podem beneficiar de um desconto de 20% na Pousada de Juventude de Guimarães, na tarifa de venda ao público.

Para usufruir deste desconto deve ser mencionada a participação no GraPE 2015 no momento da reserva.

Hotel Fundador

  • Preço por quarto single por noite com pequeno almoço buffet: € 37.50
  • Preço por quarto duplo por noite com pequeno almoço buffet: € 42.50
  • Preço por quarto triplo por noite com pequeno almoço buffet: € 52.50

Reserva:

Forma de pagamento:

  • Com cartão de credito aquando da reserva no site, sendo cobrado diretamente no Hotel.

Hotel IBIS Guimarães

  • Quarto Single com pequeno-almoço: 40,50 €
  • Quarto Duplo com pequeno-almoço: 47 €

Reserva:

  • Telefone: +351 25 34 24 900
  • Email: H3230@accor.com
    (Os participantes deverão mencionar o código promocional “GRAPE 2015″ aquando da reserva)

Forma de pagamento:

  • No Check-in

Hotel Villa Hotel

  • Quarto Single: 38,00 €
  • Quarto Duplo: 38,00 €
  • Pequeno-almoço (opcional): 6,00 € por pessoa

Reserva:

  • Email: guimaraes@stayhotels.pt
    (Os participantes deverão mencionar o código promocional “Grape 2015” aquando da reserva)

Forma de pagamento:

  • No momento de check-in

Hotel Santa Luzia ArtHotel

  • Preço de Duplo Confort em APA: 45,00€
  • Preço de Single Confort em APA: 52,00€
    (preço especial e excecional devido à recente abertura do Hotel)

Reserva:

  • Email: rececao@santaluziaarthotel.pt
    (Os participantes deverão mencionar o código promocional “Grape 2015” aquando da reserva)

Forma de pagamento:

  • 50% na confirmação da reserva – por transferência para: NIB – 0036 0135 99100036932 19 / IBAN – PT50 0036 0135 99100036932 19 (Enviando comprovativo para ‘rececao@santaluziaarthotel.pt’)
  • 50% no check-out

Organização

O GraPE 2015, 4º Fórum Anual de Graduados Portugueses no Estrangeiro, tem como objetivo fundamental promover a interação e discussão entre os graduados portugueses no estrangeiro e em Portugal. Este evento constitui uma oportunidade única para o estabelecimento de novos contatos no seio desta comunidade, e surge como um fórum de discussão sobre i) a progressão das carreiras profissionais e académicas, dentro e fora de Portugal, ii) a dinâmica de mobilidade de portugueses qualificados de e para Portugal e iii) a sociedade portuguesa em geral.
O GraPE 2015 surge no seguimento dos colóquios “Percursos em ciência: diversidade contra a adversidade” (Lisboa, 2012), “Migrações Científicas: Ir e Voltar” (Porto, 2013), “Portugueses sem fronteiras: criatividade e inovação” (Lisboa, 2014) e é fruto da parceria entre:

Este encontro anual reúne cerca de 100 a 150 participantes e já teve a oportunidade de acolher oradores ilustres como António Coutinho (antigo Diretor do Instituto Gulbenkian de Ciência), Nuno Crato (Ministro da Educação e Ciência), Maria da Graça Carvalho (ex-Eurodeputada), Miguel Seabra (Presidente da Fundação para a Ciência e Tecnologia) ou Jorge Portugal (Presidência da República), entre vários outros.

Para a edição deste ano o tema do colóquio é “GraPE 2015 – RE:Inventar Portugal”. Partindo de histórias de portugueses que saíram à descoberta de oportunidades pelo mundo nas mais variadas áreas profissionais (ciência, artes, economia ou novas tecnologias), pretende-se que o GraPE 2015 seja uma plataforma de reflexão sobre como podem as boas práticas identificadas no estrangeiro contribuir para um ainda maior crescimento do potencial inovador e humano do nosso país.
Este evento, de dinâmica internacional, é uma iniciativa única em Portugal, que reúne portugueses graduados distribuídos pelo mundo, promovendo o debate de questões cruciais à progressão profissional de todos e ao avanço científico do país.

A comissão organizadora do GraPE 2015.
AGRAFr, ASPPA, PAPS, PARSUK

Comissão Organizadora do GraPE 2015

AGRAFr

Ana Rita Furtado
Paris, França
Daniel Osório
I3S / IBMC
Porto, Portugal
Miguel Lopes
GECKO Biomedical
Paris, França

ASPPA

Ana da Costa
Inst. Max Plank Biologia da Infecção
Berlim, Alemanha
Mariana Simões
ResearchGate
Berlim, Alemanha
Yara Reis
Inst. Max Plank Biologia da Infecção
Berlim, Alemanha

PAPS

Célia Soares
Braga, Portugal
Sílvia Curado
New York University
Nova Iorque, EUA
Tiago Carvalho
LabOrders
Porto, Portugal

PARSUK

Ana Rita Pinho
University College London
Londres, Reino Unido
Pedro Aparicio
Universidade de Oxford
Oxford, Reino Unido
Pedro Pereira da Silva
Universidade de Cambridge
Cambridge, Reino Unido